Publicações Populares

Escolha Do Editor - 2019

Mecanismo de cortinas de rolo

As persianas são uma tela especial que é enrolada em um pequeno eixo. Produtos similares são de vários tipos, o que permite que você os pegue quase em todos os estilos de interiores. O funcionamento destes sistemas fornece um mecanismo para persianas. A duração e a confiabilidade da operação dependem da sua qualidade.


Conceitos básicos

Uma característica das cortinas de enrolar é que a sua altura é ajustada por enrolamento. Nesse caso, a tela pode se mover de várias maneiras:

  1. Direto. O tecido cai remotamente do vidro, fechando o rolo.
  2. Reversa. Pano ao abaixar passa o mais próximo possível do vidro.

As cortinas também podem ser complementadas com guias especiais, que permitem simplificar a descida da tela. O mecanismo para persianas consiste em várias partes estruturais:

  1. Eixo redondo. O diâmetro deste dispositivo depende do tamanho da teia e da sua espessura. É feito de alumínio ou aço, que pode funcionar por um longo tempo sem a necessidade de reparo.
  2. Drive Esta parte é um elemento através do qual o eixo é acionado. Neste caso, o projeto é desenvolvido de forma que o tubo possa girar em diferentes direções. O gerenciamento de tal sistema pode ser organizado por ação mecânica ou automática.
  3. Caixa de proteção. Este item é opcional, mas está presente em muitos produtos. Ele não apenas protege o dispositivo, mas também decora a estrutura do mecanismo.

Instale produtos semelhantes, muitas vezes em janelas de plástico.




Tipo de corda

O mecanismo deste tipo é o mais simples e consiste em vários elementos:

  1. Corda Ele se conecta às cordas principais em persianas horizontais.
  2. Movie Com isso, a força é transmitida da rosca de controle para o quadro da web.

O processo de ajuste é bastante simples e envolve o encurtamento do comprimento dos encadeamentos que estão entre os elementos individuais. Nesse caso, a tela é simplesmente compactada em uma espécie de harmônica. Se essa abordagem for aplicada a uma única folha de tecido, as dobras se formarão em sua superfície. Esse tipo de persiana é chamado de persianas romanas.

Mecanismo de corda pode ser facilmente construído de forma independente. Para isso, os anéis são costurados na tela nas laterais pelas quais os fios são passados. Estes últimos estão presos ao fundo das cortinas.

O ajuste de altura é realizado apertando uniformemente a camada inferior da teia e fixando a rosca da âncora em ganchos especiais.


Controle de bola

Os mecanismos desse tipo são baseados no movimento de uma corrente especial, que aciona o eixo. Projetos em cadeia sugerem a presença de um tambor especial, que é capaz de transmitir força ao tubo. Pode ser localizado em qualquer extremidade das cortinas (direita ou esquerda).

A corrente em si é feita na forma de pequenas bolas que são mantidas juntas por um fio. Há um pequeno espaço entre esses elementos, que é o mesmo em todos os lugares. Na superfície do tambor de acionamento estão ranhuras especiais nas quais as esferas caem. O design do mecanismo envolve um acoplamento denso desses elementos.

O movimento do eixo é realizado devido ao impacto das esferas no tambor. Assemelha-se a uma espécie de transmissão de bicicleta, apenas com um tipo diferente de corrente. Para enrolar as cortinas, você precisa mover a corrente em uma direção e abaixar - na outra. O comprimento do fio deve ser aproximadamente igual a 2/3 do comprimento da cortina.

Entre as deficiências podem ser identificados design de curta duração. Isto é devido ao fato de que muitos mecanismos são feitos de plástico, que é rapidamente apagado. Mas quase todos os modelos de correntes podem ser facilmente substituídos. Isso faz com que esse mecanismo seja um dos mais populares e populares.

Para prolongar a vida útil deste dispositivo, não mova a corrente com movimentos bruscos, pois pode partir.


Mecanismo de mola

Estruturas deste tipo são muito atraentes na aparência, uma vez que não possuem sistemas de controle adicionais. Muitos instalam essas cortinas em escritórios ou quartos. O mecanismo em si é bastante simples e assume a presença de uma mola que está conectada ao eixo. Ao mesmo tempo, em uma das posições (acima ou abaixo), ela pode ser esticada, enquanto na outra pode estar quase sem tensão. Isso permite que você coloque esses mecanismos como parte superior e inferior da faixa.

Cortinas com este mecanismo são perfeitas para vários tipos de janelas:

  • balançar-se;
  • vertical;
  • teto;
  • mansarda (de plástico).

Por favor, note que o ângulo do quadro não desempenha qualquer papel, o que é impossível dizer sobre outros tipos de rolshtor.

Consertar a web pode ser feito de várias maneiras principais:

  1. Caneta Este sistema está ligado a paragens especiais que podem conter a cortina. Para consertar o produto, simplesmente gire o botão para a posição desejada.
  2. Bloquear bola Este elemento está localizado diretamente no eixo. Ao mesmo tempo, permite deslocar facilmente a tela. Para consertar o tecido, você deve simplesmente movê-lo para cima. Isso fará com que a bola feche o corredor e o sistema não se moverá mais.
  3. Ganchos A maneira mais fácil e mais comum. Para evitar o levantamento, a parte inferior da tela apenas se agarra ao gancho. Esses elementos geralmente estão localizados ao longo de toda a extensão da janela de faixa.

A principal desvantagem do mecanismo da mola é a sua fragilidade. Isto é devido ao fato de que a mola se estica rapidamente e perde suas propriedades originais. Portanto, muitos não recomendam a instalação de tais cortinas na casa onde há crianças pequenas.


Automático

Hoje, uma pessoa tenta simplificar sua vida tanto quanto possível, transferindo seus deveres para mecanismos. Isso levou ao fato de que, como uma unidade em persianas Inspirar começou a usar motores elétricos. Tais mecanismos são muito mais complicados do que os descritos anteriormente, embora o princípio de seu trabalho tenha permanecido inalterado.

O movimento do eixo é controlado por um motor elétrico, que age em uma engrenagem especial.

Por favor, note que não há dificuldade em mudar de direção aqui, como você deve simplesmente mudar os postes de fornecimento de energia elétrica e fazer o motor girar na outra direção.

O gerenciamento desses sistemas pode ser de vários tipos:

  1. Estacionário. Para fazer isso, perto da janela, instale vários botões que transmitem sinais para o mecanismo principal.
  2. Remoto O console e o receptor já são usados ​​como um regulador, que converte o sinal recebido nos comandos correspondentes.
  3. Automático. O mecanismo mais complexo e caro. Inclui não apenas o motor e o eixo, mas também vários sensores. Eles respondem à iluminação e, em um determinado valor, ligam o motor.



Esse tipo de mecanismo está ganhando popularidade crescente. Mas, ao mesmo tempo, é muito caro e nem todo mundo pode comprar tais cortinas. A desvantagem do design é a complexidade do reparo, que não pode ser feito de forma independente.

Cada um dos mecanismos considerados para persianas tem suas características únicas e características técnicas. Ao escolher este produto, é importante considerar não apenas o equipamento técnico, mas também o local de instalação.

Assista ao vídeo: ROLLFLEX CORTINAS - Trocando o comando de posição (Junho 2019).

Deixe O Seu Comentário