Publicações Populares

Escolha Do Editor - 2019

Iluminação LED

LEDs - uma solução inovadora no campo da iluminação desde o surgimento da eletricidade. A iluminação LED é um passo em direção à praticidade e ao respeito pelo meio ambiente. Embora esta tecnologia seja relativamente jovem, ela continua a forçar seus concorrentes. A popularidade das fontes de luz LED está crescendo a cada ano, substituindo a iluminação usual para nós. As lâmpadas LED foram utilizadas com sucesso em edifícios industriais e de escritórios, em áreas de vendas e em apartamentos.

Vantagens e desvantagens

Iluminação LED é difícil surpreender ninguém. Estes dispositivos de alto brilho, alta eficiência e baixo consumo de energia continuam a conquistar nossas casas, substituindo lâmpadas incandescentes e iluminação fluorescente. As lâmpadas de LED são dispositivos que não apenas proporcionam a atmosfera espiritual de cada sala, mas também proporcionam uma longa vida útil e durabilidade e abrem novas possibilidades de design e design. Hoje, os dispositivos LED estão disponíveis para todos, mas antes de fazer uma escolha a seu favor, você precisa examinar cuidadosamente todos os prós e contras deste sistema de iluminação.

Benefícios:

  • Economia de energia de 70%;
  • Longa vida útil (sujeita às recomendações necessárias até 30 anos);
  • Instalação fácil;
  • Alta resistência;
  • Mobilidade: um sistema de qualquer configuração é montado a partir de vários módulos;
  • Não pisca, pois funciona em corrente contínua;
  • Não cria radiação ultravioleta, deixando assim de ser atraente para os insetos;
  • Os LEDs toleram melhor as quedas de tensão: a faixa permitida é de 80 a 230V;
  • Não aquece;
  • Não faz barulho;
  • É controlado remotamente usando os dispositivos remotos ou modernos;
  • Variações de brilho e cor ajustáveis.

Rentável, elegante e conveniente - todas estas são as características das modernas fitas LED. No entanto, as lâmpadas LED apresentam algumas desvantagens:

  • A grande distância, o efeito de "spotting" ocorre. Para evitar isso, você deve aumentar o número de LEDs na fita;
  • Quando burnout um diodo todo o sistema sai;
  • Luminárias especialmente externo, precisa de limpeza periódica e verificação de fechos;
  • Em relação alto custo.

As propriedades da luz emitida pelo LED são semelhantes às propriedades da iluminação fluorescente.

Consequentemente, os LEDs emitem luz monocromática, ao contrário do sol ou da lâmpada incandescente. Até o momento, estudos aprofundados sobre esse processo não foram conduzidos e, portanto, é difícil dizer se é prejudicial usar essa iluminação.

As principais características das lâmpadas LED

Diodos emissores de luz - cristais semicondutores, emitindo luz durante a passagem da eletricidade através deles. Cada cristal possui um raio de seu espectro (vermelho, amarelo, verde). A mistura desses espectros leva à formação de luz branca de tonalidade fria ou quente. O design padrão das lâmpadas LED inclui:

  • Frasco de plástico;
  • Placa de LED;
  • Placa eletrônica;
  • Radiador do dissipador de calor;
  • Base;
  • Suportes

Os dispositivos de diodo possuem características especiais que devem ser consideradas para realizar a seleção de iluminação adequada:

  • Poder falar sobre a economia no consumo de energia. Para lâmpadas LED, é 1-10 W:
  • Fluxo luminoso (lm) - indicador de brilho. Podem ser indicados como dados para uma lâmpada incandescente convencional de acordo com um modelo específico;
  • Ângulo de divergência. Quanto maior for, mais uniformemente a luz será. No entanto, se a lâmpada é baixa, então é melhor escolher um ângulo de não mais de 30 graus, caso contrário, a luz será cegante;
  • Temperatura de cor medido em kelvins e determina a tonalidade da luz. Para uma atmosfera caseira, uma luz quente e amarelada com uma classificação de 2700-3500K é adequada. Quanto maior a taxa, mais fria será a radiação. Iluminação com 4000K é considerada neutra. Dispositivos com um brilho frio são adequados para grandes salas, escritórios, design de exposições;
  • Reprodução de cores. Para luzes de pista, o coeficiente deve ser pelo menos 70;
  • Vida de serviço A queda no brilho não é permitida antes de 25 mil horas do sistema.

Para garantir a operação correta do design do LED, é necessário selecionar uma fonte de alimentação adequada.

Para conseguir isso, você precisa calcular corretamente o consumo de energia. A fonte de alimentação deve ser tomada pelo menos 20% acima da potência total do sistema LED. Por exemplo, um conjunto de módulos de 5 W, 7 W, 9 W e 9 W é conectado. A potência total é de 30 watts, portanto, a fonte de alimentação deve ser de pelo menos 36 watts.

Âmbito de aplicação

Os primeiros LEDs apareceram nos anos 60 do século passado. Naquela época, sua produção era bastante cara e não havia cores azuis e brancas, então elas não eram amplamente usadas como a principal fonte de luz. Principalmente eles foram usados ​​na regulação do tráfego, em equipamentos médicos, para a transmissão de informações através de sistemas de fibra ótica.

Em meados dos anos 90, apareceram LEDs brilhantes e no início do século XIX - azul e branco. O custo dos LEDs começou a diminuir, como resultado, sua área de aplicação expandiu-se significativamente.

O baixo nível de consumo de energia torna o design LED a melhor maneira de decorar as instalações com a ajuda da luz. Montagem simples e super durabilidade tornam os LEDs fortes concorrentes de outras fontes de luz artificial.

Na vida cotidiana, fita LED apareceu relativamente recentemente, mas já encontrou seu nicho em interiores modernos e clássicos. Instalação simples, o infinito das formas de exibição de fita, efeitos originais - todos estes são os principais fatores da popularidade das tiras de LED. Principais aplicações de iluminação LED:

  • Backup ou iluminação noturna;
  • Seleção de personagens;
  • Iluminação de paredes, tetos, nichos e degraus;
  • Zoneamento espacial por cor e luz;
  • Iluminação de estruturas arquitetônicas;
  • Design de mobiliário;
  • Iluminação de exposições (objetos de arte, livros e afins);
  • Registo de aquários e terrários;
  • Salas de negociação em supermercados;
  • Boutiques e lojas;
  • Restaurantes, bares e cafés;
  • Parcelas do país;
  • Caves;
  • Apartamentos;
  • Espaço de escritório.

Graças às características técnicas ideais, os módulos LED são utilizados para iluminar virtualmente qualquer superfície da casa, por exemplo:

  • Mesa de computador;
  • Área de trabalho na cozinha;
  • Penteadeira.

A iluminação LED é amplamente utilizada não só como iluminação interior para apartamentos e casas, mas também para exteriores.

Por exemplo, na iluminação de terraços ou paisagismo. Isso explica um grande número de tipos de produtos similares. A iluminação LED parece impressionante no design de placas de publicidade, vitrines, fachadas de edifícios. Painéis de LED são os mais novos sistemas de iluminação de ampla aplicação, a qualidade impecável e a simplicidade que atrai cada vez mais adeptos deste tipo de iluminação.

Views

Para fazer um cálculo da iluminação, você deve primeiro determinar seus tipos, cada um com requisitos específicos. Geralmente existem os seguintes tipos de iluminação:

  • Direcional, isto é, iluminação de acentuação é geralmente usada para criar um certo estilo interior, atmosfera e efeitos interessantes. Este tipo de iluminação consome uma pequena quantidade de energia e não possui requisitos especiais. Normalmente essa iluminação é conseguida com fitas e pequenas lâmpadas;
  • O tipo funcional de iluminação é usado para fornecer áreas de trabalho ou divisão de espaço com a luz necessária. Dentro do apartamento pode ser um computador ou mesa de cozinha, e na produção de máquinas, linhas de montagem de transportadores, e assim por diante;
  • A iluminação geral mantém um certo nível de luz em uma área grande, como uma grande loja ou escritório.

Equipamentos de pista são holofotes de diferentes potências e tamanhos.

Eles receberam o nome "track" porque estão montados em uma pista (barramento). O fio em si é geralmente feito no estilo do minimalismo, geralmente branco, preto ou cinza. É conveniente instalar tais refletores em locais de difícil acesso para não se preocupar com a manutenção constante deles.

Cálculo do brilho requerido

Uma abordagem competente para a organização da localização de dispositivos de luz irá garantir a saúde da visão e o conforto dos residentes. A racionalização e o cálculo das estruturas de iluminação devem ser levados a sério. Para iluminação LED nunca deixou de agradar os proprietários, você precisa fazer o cálculo certo para toda a casa e instalações individuais. Primeiro de tudo, você precisa determinar o tipo de lâmpadas e seu local de uso.

Agora você pode encontrar um grande número de dispositivos de diferentes orientações funcionais: a iluminação principal, a luz pontual, a iluminação de móveis e assim por diante.

Ao escolher lâmpadas LED, considere o tamanho da lâmpada e do radiador para que eles se encaixem nos dispositivos de iluminação.

Cálculo de iluminação é um complexo de cálculos que conecta os parâmetros do dispositivo (número, potência, localização) e indicadores de iluminação. Determinando a iluminação necessária, considere os seguintes valores:

  • Lumens (luz);
  • Suites (brilho);
  • Candela (poder da luz).

A iluminação é o parâmetro mais importante, depende do valor do fluxo de luz distribuído sobre a superfície de trabalho.

Na folha de dados de todos os dispositivos é o valor do fluxo de luz em lúmens. Para calcular a quantidade necessária de iluminação, você precisa multiplicar a área pelo valor da iluminação de acordo com os códigos de construção e dividir pelo valor de lm de uma lâmpada. Por exemplo, se a lâmpada tiver um valor de 400 lm, então, para uma sala de 16m2, você precisa de 8 destes: (16 mx x 200 lx) / 400 lm = 8 peças. Uma lâmpada comum de 11 watts tem o mesmo fluxo luminoso que uma lâmpada incandescente de 75 watts. Então você pode contar quantas lâmpadas são necessárias para obter a iluminação desejada. Na maioria das vezes, o número resultante é arredondado.

Fazendo o cálculo da iluminação, lembre-se da economia. Em média, até 50 mil horas de queima contínua são garantidas, o que significa que, incluindo a luz por 5 horas por dia, a vida útil dos LEDs será de aproximadamente 27 anos. Durante este período, duas dúzias de lâmpadas incandescentes queimam. Além disso, os LEDs economizam energia.

Controle de luz

Existem várias maneiras de controlar a luz. Primeiro de tudo, é claro, o controle remoto. Com o tempo, esse objeto conhecido passou por uma atualização e atualmente é um gadget estiloso que controla o brilho, a cor e o script de iluminação. Os consoles são operados por bateria e vêm com botões de pressão ou controles por toque.

Uma opção alternativa é instalar um painel fino montado na parede com um sensor. Ele é montado em qualquer lugar e não prejudicará o reparo já concluído. De acordo com as características funcionais, o painel não é inferior aos controles remotos e se adequará às pessoas que gostam que cada coisa tenha seu próprio lugar - tal dispositivo não cairá sob o gabinete, sempre estará onde deveria estar. A melhor solução seria obter os dois. Se o controle remoto for perdido, você sempre poderá usar a opção de backup na parede.

Outra maneira de controlar a luz é um smartphone ou tablet, você só precisa baixar um aplicativo especial. O controle do computador aprimora a iluminação:

  • Definir o temporizador;
  • Você pode criar seus próprios cenários de iluminação;
  • Controle qualquer número de zonas;
  • Limite de um dos usuários para gerenciar, o que é muito conveniente quando há crianças pequenas na família.

A capacidade de controlar remotamente é certamente muito confortável, especialmente quando a iluminação pode ser ajustada simultaneamente em diferentes zonas.

Como usar para decoração de interiores?

A habitabilidade e a beleza dos lares modernos dependem em grande parte de uma luz bem projetada, graças à qual a percepção até mesmo do interior mais medíocre muda. Grandes possibilidades de dispositivos de iluminação permitem que você modifique significativamente a sala sem grandes reparos e compra de novos móveis.

Uma vez e para sempre, um lustre com sombras estáticas fixadas no centro do teto, lâmpadas de assoalho empoeiradas e luminárias de parede com apenas a direção da luz não podem mais atender às exigências modernas do interior. Hoje em dia, as soluções de interiores exigem dinamismo e diversidade, que são conseguidas através da combinação de luz difusa ou refletida com luz de realce dinâmico.

Opção de suspensão - para esconder as luzes do teto para projeções especiais, assim ampliando visualmente o espaço e focando em uma configuração interessante.

Em salas como um estudo ou quarto, a luz comum é opcional. Em tais casos, a ênfase está na iluminação direcional, que ilumina o espaço desejado, deixando o resto da sala na semi-escuridão. Isso se encaixa bem com o suporte da lâmpada e a função de controlar o ângulo de rotação.

A iluminação decorativa dá a completude e originalidade interior. Raios acentuados podem destacar os momentos mais vantajosos do interior: estuque, esculturas, lindos vasos de chão. Uma opção elegante para iluminar as paredes será a iluminação do chão, dando à sala um mistério.

O design de interiores modernos envolve um grande número de opções para o uso de lâmpadas de LED em diversas áreas.

Nos quartos de uma pequena área, expanda visualmente o espaço e coloque os acentos necessários em pequenas salas com pequenas lâmpadas e tiras de LED. Grandes luminárias não são adequadas aqui.

Na área média, as possibilidades de ideias de design são muito maiores. Agora está na moda a instalação de tetos de gesso das configurações mais incomuns e a utilização de fixadores de fita para enquadramento, criando uma sensação de tetos altos em vários níveis. Muitos vão gostar da ideia de um teto espelhado com lâmpadas LED instaladas em todo o perímetro.

Casas espaçosas expandem horizontes de oportunidades. Aqui você pode usar harmoniosamente lâmpadas de cor e brilho diferentes, recorrer ao zoneamento interessante. Designers recorrem frequentemente ao design de tectos com luz branca e azul, e partições de ar e nichos com LEDs de brilho diferente.

Ao escolher a iluminação, é importante considerar um parâmetro como a altura do teto. Em uma sala com tetos baixos, pode haver uma sensação de luz excessivamente brilhante no nível dos olhos. Isso causa desconforto perceptível e danifica a visão. Naturalmente, não se pode falar de qualquer iluminação de design com fitas multicoloridas. Além disso, em uma sala com tetos baixos, não é recomendável criar iluminação pontual, pois isso implica em um teto suspenso ou suspenso, o que reduzirá ainda mais a distância do piso ao teto. No entanto, a situação não é desesperadora. Além de tetos, as lâmpadas LED podem ser instaladas em nichos e prateleiras de gesso cartonado, direcionando a luz na direção certa. Uma fita de 1 metro ilumina aproximadamente 2 metros de espaço. Essas fitas são muito convenientes para destacar as prateleiras em armários, conjuntos de cozinha e corredores e muitos outros lugares.

Para destacar áreas de trabalho, como uma garagem, cozinha ou escritório, é melhor escolher uma iluminação branca brilhante.

É melhor que a fita seja montada em um perfil especial para abafar levemente o brilho da luz. Na criação do design original do quarto ou sala ajudará variedades de fita de RGB. Para as crianças, é melhor usar iluminação suave. Os produtos LED nas casas de banho parecem muito elegantes, desde que estejam protegidos da humidade. Conhecendo algumas das sutilezas da escolha dos designs de fitas LED, pode criar designs de interiores inigualáveis ​​e a instalação adequada, correspondente ao tipo de luminária, garante uma longa vida útil.

Perfis de alumínio para tiras de LED parecem bastante impressionantes e destacam o interior moderno. Sua largura varia de 16 a 80 mm. Existem os seguintes tipos de perfis:

  • Teto;
  • Sobrecarga;
  • Canto;
  • Articulada.

Curiosamente, os perfis podem ser alinhados em qualquer uma das formas mais incomuns e fantásticas. A fita é montada dentro do perfil, fechada com um difusor fosco e, em seguida, instalada onde necessário. Perfis de alumínio - uma ótima opção para os amantes de coisas interiores incomuns.

A escolha de iluminação para um apartamento deve ser levada a sério, porque desempenha um papel importante para o trabalho do cérebro, a saúde do olhar, afeta a qualidade do descanso. Os médicos aconselham a escolher a temperatura da cor com base nas funções da sala. Na área de trabalho, revigorando a luz fria será mais confortável, no quarto e no berçário - relaxante quente. A casa de banho, WC e corredor são geralmente decorados em cores neutras. Na cozinha, a luz é selecionada com base nas preferências dos proprietários, tenham a tradição de receber convidados na cozinha, ler ou usar o quarto apenas para cozinhar.

A iluminação, pensada nos mínimos detalhes, é considerada uma característica importante do estilo, enfatizando o escopo e os elementos arrojados do interior. Eles facilitam a personalização da iluminação em áreas específicas, como vigas de teto, nichos ou pinturas. Интерьерное исполнение трековых светильников приобретает технологичный вид, если использовать вращающиеся или ездящие лампы. Трековое освещение - излюбленная деталь стилей Лофт и Хай-тек.

Os fixadores de metal e os trilhos enfatizam de maneira ideal as características distintivas dos estilos dados.

O loft é caracterizado pelo minimalismo, brutalidade e industrialismo. Não será possível conseguir em pequenos apartamentos de um loft clássico, já que o estilo tem suas raízes em oficinas abandonadas americanas dos anos 20 do século passado. Este Loft precisa de espaço para mostrar todo o seu potencial.

As luminárias de alta tecnologia, assim como a direção em si, distinguem-se pelo seu gosto perfeito, simplicidade e praticidade. Dispositivos de LED no interior de alta tecnologia surpreendem variedade de formas e materiais, design técnico.

Deixe O Seu Comentário